domingo, 30 de dezembro de 2012

O MELHOR REMÉDIO É EVITAR A CAUSA



Por ano são gastos mihões e milhões de euros ou dolars em remédios, pesquisas de novas drogas para as doenças.
Mas todo esse sacrificio é quase em vão, quem não sabe o que é principal e o que é complemtar, não adianta fazer esforço a não ser para corrigir o erro.
O principal é evitar a causa, o remédio quer seja medicamentoso, natural ou biológico é bem complementar. Em geral a doença se cura sozinha, bastando para isso parar de consumir o que provoca a doença.
Mas o pensamento enloquecido da medicina é querer curar as doenças mantendo as pessoas com os mesmo hábitos provocadores, causadores.
Ainda mais é uma questão de proporção, o suposto remédio milagreiro diário pesa cerca de 10, 20, 30, 40 gramas e a comida diária é de 1 a 2 kilos, quer dizer a medicina imagina que 20 grams da pilula milagrosa podem evitar o processo desastroso de 1 a 2 kilos de veneno diário, que pensamento mais louco, desporporcional!!!
Será que uma planta pode produzir algo deitando na raiz dois 1 a 2 kg de veneno e para compensar, curar a planta 20 a 30 gramas de terra milagrosa?
Por isso não adiantar procurar remédios para curar, ou adianta se a pessoa comprender que são complementares e não principais no processo de autocura. O principal é saber o que parar de comer, o que devemos evitar.
O maior erro da medicina é que não sabe quais os alimentos que causam a doença, por isso simutanemente não pode saber quais o que causam vitalidade, integralidade.
Pois a relação entre alimento e doença é quase inexistente, segundo eles tudo é causado por factores externos: herditariedade, virus, celulas cancerosas, bactérias, etc.

O CANCRO NÃO TEM CURA NUNCA TEVE E NUNCA TERÁ PELA MEDICINA UTÓPICA, BELICISTA, DUALISTA



Ao contrário do que diz a medicina utópica, dualista, excludente, mentirosa, machista, belicista, a causa do cancro não são as células cancerosas. O nome células cancerosas está errado, um cancro não é composto por células muito menos cancerosas. A célula segundo a definição cientifica presupoe algo vivo:
- Celula(São as unidades estruturais e funcionais dos organismos vivos.)
Ora um cancro é um conjunto de tecido morto,necrotizado, ou semi-necrotizado.
Por isso não adianta lutar contra o cancro, nem vencer o cancro.
Lutar contra o que está morto, vencer o que está morto?
É esse pensamento louco que está na maioria da cabeça dos médicos e da medicina em geral que os impede de compreender o óbvio.
O segredo é ao contrário, fortalecer a vitalidade, integralidade, principalmente digestiva, que é onde as células são produzidas, evitando assim que células saudáveis degenerem em tecidos mortos, através de alimentos vivos, integrais, digeriveis.

OS GLÓBULOS VERMELHOS DURAM APENAS 120 DIAS?



De acordo com a ciência ocidental experimentalista, empírica e mistificada, os glóbulos vermelhos duram 120 dias e depois morrem, ninguém sabendo onde é o cemitério.
Segundo a ciência médica imaginatória o ser humano é um grande cemitério de glóbulos vermelhos!
Mas na realidade não é nada assim, os glóbulos vermelhos transforma-se em glóbulos brancos e estes em todos tecidos do corpo humano.
Será que a seiva de uma planta também só dura 120 dias? Ou é a seiva que se transforma e produz ramos e estas produzem folhas, flores, sementes e frutos ?
O HOMEM E A TERRA SÃO UM SÓ, E UMA SÓ LEI.

MASCULINIDADE E FEMINILIDADE TRANSFORMAL



O homem mais desenvolvido é o que tem dentro de si homem e mulher, que desenvolveu mais o lado masculino e o lado feminino, aparentemente é bem rude e decidido, mas ocultamente é delicado.
A mulher mais desenvolvida é a que tem dentro de si mulher e homem, que desenvolveu mais o lado feminino e masculino, aparentemente é muito delicada, mas por dentro não chora e não se entrega facilmente.

A MAIORIA DOS LIVROS É INÚTIL PARA QUEM NÃO SABE LER

                                                 VIDEO- PRINCIPIO UNIFICADOR

Nunca como hoje ouve tantos livros e informação. Não podemos negar a sua utilidade, mas não podemos confundir ler, com ser devorado, enganado pelos livros e pela informação, cada vez mais abundante e confusa.
Uma das frases mais valiosas da Bíblia é:"No principio era o verbo e o verbo era deus, por isso a informação é tão importante, mas será que quem "não sabe ler"pode utilizar a informação utilmente, ou é vitima fatal do livro e da informação?
Saber ler parece já não é ser um problema das sociedade ditas civilizadas, pois o analfabetismo é quase inexistente.
Porém apesar da maioria saber ler é muito difícil encontrar alguém que sabe confirmar se o que lê é verdade ou mentira, pois existem livros que dizem uma coisa e outros o seu oposto. O grande problema que se coloca hoje em dia em todos os campos do conhecimento humano é ter um critério para saber se o que está escrito, ou se a informação é verdade ou mentira.
E essa é a grande crise que atinge a maioria da população mundial, a falta de um critério que nos permite utilizar a informação.
É a falta desse critério que permite que cada vez mais charlatões, gurus, professores, médicos, advogados, profetas, engenheiros, deputados, gênios, cientistas, padres, vendedores, jornalistas, e mesmo presidentes da republica ou primeiro ou segundo ministros etc , muitos deles licenciados, alguns mesmo com funções de poder nacional ou internacional se aproveitem cada vez mais de vitimas inocentes, que como cordeiros inocentes acreditam em tudo o que está escrito.
Sem um critério para selecionar a informação é muito melhor ser ignorante que estar mal informado.
Ignorante útil é muito melhor que sabedor inútil.
E O ÚNICO CRITÉRIO ATÉ HOJE DESCOBERTO É O PRINCIPIO UNIFICADOR, sem o qual ninguém poderá saber se o que está escrito é verdade ou mentira.
O Princípio Unificador é o único, o mais e simples e mais profundo esclarecimento já encontrado na história da humanidade sobre a origem, o fundamento, a base, a causa, o motivo, a formação, o processo e a circunstância, a construção, a relatividade , a classificação, a condição, a força , a atracão, o equilíbrio, a razão , a existência, a lei , a ordem, etc, de todos os seres. O Princípio Unificador incluí indivisivelmente: deus/diabo, amor/ódio. felicidade/adversidade, liberdade/condicionamento, saúde/doença , paz/guerra , justiça/injustiça ,descobrimento/imitação, a compatibilidade/incompatibilidade, segurança/ameaça, vida/morte , a natureza, os elementos, as ciências, a educação, o ser humano e as soluções para todos os problemas criados pelo homem.

CONVERSAR NÃO É CONCORDAR, NEM DISCORDAR



É muito difícil encontrar quem saiba conversar normalmente, em geral ou se mostra cumplicidade, concordância, amizade ou discordância fanática, inimizade. Quem concorda fica amigo facilmente, quem discorda fica inimigo.
A maioria não sabe nem o que é conversa, é apenas conversa fiada quando se fica em concordância com o ruido.
Conversar é com o verso, um mostra a frente e o outro mostra o verso,o dorso, isso é que é conversar. Muita gente pensa que está a conversar mas é só papo furado, não conversa nada, é apenas ruido, assim muitos passam o dia inteiro falando como se tivessem um rádio ligado.
Um dos segredo básicos para quem quer aprender a conversar é perceber que quanto maior a frente muito maior o verso, potencialmente.
QUANTO MAIOR A BELEZA APARENTE, FORMAL, ESTÉTICA, MUITO MAIOR A FEIURA ESCONDIDA, SANGUÍNEA, VITAL, POTENCIALMENTE.

OMNIPOTÊNCIA, OMNISCIÊNCIA, OMNIPRESENÇA PELA ESPIRALIZAÇÃO VERBAL



O incio de todos os fenômenos vitais é espirálico.
A frase mais valiosa da biblia nos diz :"No principio era o verbo". Quem controla a palavra pode controlar não só o principio, mas o processo e o fim. Mas a maioria é controlado pela palavra maniqueísta dos outros, principalmente pela palavra monetária.
Realmente quem não sabe usar a palavra vai ser vitima do destino involuntário, caindo num dos dois extremos opostos: o apego materialista ou o desapego da matéria.
Para não ser vitima é preciso aprender a usar a palavra interligadora, espirálica, paradoxalmente coerente: Aprendendo a concordar, disconcordando, ou discordando cordialmente, amando odiosamente ou odiando amorosamente, aprendendo duvidosamente, ou duvidando convictamente, não excluindo nada da nosso existência dual, pois quem exclui uma das duas partes da realidade nunca poderá ser omnipresente, mas apenas minipresente, presente apenas numa das duas partes da realidade global.
Quem exclui a duvida, e quer viver apenas a convicção, a sapiência, sabedoria, nunca poderá alcançar a omnisciência, mas viver alienado na miniciência mesquinha, quer seja cientifica, acadêmica, religiosa ou galardoada com o Nobel.
Quem exclui a fraqueza, impotência, pequenez, fragilidade, nunca poderá alcançar a omnipotência, pois a omnipotência é a utilização evolucionária, corrigida da impotência.
NINGUÉM NASCE SANTO, ANJINHO, TODO O SANTO É OBRA PRIMA DO DIABO CORRIGIDO, RECORRIGIVEL, ESPIRALICAMENTE

PORQUE O CASAMENTO ENTRE PESSOAS PERFEITAS NÃO FUNCIONA?



A condição básica para existência da conjugalidade funcional e transformal é a percepção da impotência solitária individual, da tendência á doença, á miséria e violência.
Negar a doença, a miséria e a violência e se entregar ao médico, ao assistencialismo social e à justiça alheia é desconhecer as verdadeiras possibilidades e potencialidades da forma e função masculina e feminina.
Casal, conjugalidade que não sabe transformar as três desgraças inevitáveis, utilizáveis, inexoráveis: doença, miséria e violência, nas três graças: saúde, riqueza e paz, com o minimo esforço, dinheiro, e informação, vai ser vitima da maior confusão, alienação, mistificação, sacrifício inútil, pagando muito caro, muitas vezes com a propria vida.

NÃO É PRECISO SER MÉDICO PARA AUTOCONTROLAR A PRÓPRIA VITALIDADE



Nunca como hoje em dia a arrogância do ser humano foi longe e é tão grande ao dizer que de entre o animais, o ser humano é racional e os animais são irracionais.
Mas na realidade parece o contrário.

Será que burro tem médico de família e seguro de saúde?
Será que foca faz lipoaspiração quando chega o verão para ficar mais sexy?
Será que a piranha que não bebe leite tem os dentes fracos com falta de cálcio?
Será que a vaca que não come fruta tem alguma avitaminose ou falta de alguma vitamina?
Será que o cavalo que não come carne de porco ou de vaca, tem falta de proteínas?
Será que os peixes de água salgada tem hipertensão?
Será que os camelos que aguentam até 10 dias sem beber água, os seus rins deixam de filtrar?
Será que o bicho da seda que aguenta até 21 dias sem comer, fica com carência de algum nutriente?

SERÁ QUE BASTA SER RACIONAL PARA SER MELHOR E NÃO APRENDER NADA COM OS ANIMAIS IRRACIONAIS?

SE OS MÉDICOS ESTUDASSEM MAIS OS ANIMAIS E MENOS OS VÍRUS, CÉLULAS CANCEROSAS, PROTEÍNAS, VITAMINAS, E OUTRAS COISA MAIS TALVEZ COMPREENDESSEM DE UMA VEZ POR TODAS QUE IRRACIONALIDADE ÚTIL É MUITO MELHOR QUE RACIONALIDADE INÚTIL.

NATALIDADE E MORTE EVOLUCIONÁRIA EM CASA



O natal é a festa cristã do nascimento de Jesus. Mas hoje em dia é dificil encontrar alguém que utiize evolucionariamente o exemplo do nascimento de Jeus cristo para si proprio, nascendo num lugar muito simples: a manjedora, cheia de virus e bactérias, maus cheiros, de parto normal, sem holofotes, drogas sofisticadas, pessoas vestidas de branco e vacinação obrigatória, e que ainda assim conseguiu sobreviver na memoria colectiva da maioria do mundo inteiro por mais de 2000 anos.
Mas a natalidade é apenas uma parte da nossa vida, que embora determinante do nosso destino é complementar, a verdadeira natalidade não é festejar apenas o nascimento, mas simultanemente o envelhecimento e falecimento em casa.
Falecer em casa é que é a festa principal da nossa vida, pois de que adianta nascer forte e inteligente e morrer no hospital de doença cronica ou aguda.
FELICIDADE NÃO É APENAS NASCER EM CASA, MAS SIMULTANEMANTE ENVELHECER E MORRER EM CASA, ASSIM NÓS PODEMOS AMPLIAR O EXEMPLO VALIOSO DE JESUS CRISTO.

DOENÇA VITALIZADORA É MUITO MELHOR QUE SAUDE FATAL



Um dos maiores enganos do ser humano é que a doença é uma coisa má, ruim, que significa desiquilibrio, fraqueza, problema, erro, realmente a doença é uma ameaça séria á vida do ser humano, mas quem sabe a usar essa ameaça pode sair fortalecido, mental, sentimental e fisiologicamente.
Já quem é forte e dificilmente fica doente, não tem essa oportunidade e em geral quando cai cai fatalmente, patologicamente.
A têndencia de quem nunca fica doente é desenvolver cancro, morte subita, e outras doenças fatais, pois quem nunca aprendeu a cair nunca aprende a levantar-se. Por isso quem sabe fazer amizade com a doença ela é o melhor amigo, quem não sabe fazer amizade com a doença ele é pode ser o pior inimigo.
O Aikiko é a arte de aprender a cair, para simultanemente aprender a leventar-se, quem não quer aprender a cair, quando cai dificilmente se levanta, porque nunca aprendeu a cair e levantar-se.
Assim é a vida dos que imaginam que a vida é a arte de não cair, errar, desiquilibrar-se, duvidar, enfraquecer, então quando caiem não sabem como se levantar.
A VIDA É UMA ESCOLHA ENTRE: QUEDA CORRIGIDA, OU PERMACER EM PÉ ATÉ Á QUEDA FATAL. PARA ISSO É PRECISO APRENDER A CAIR POR QUERER E NÃO SEM QUERER.

PIOR QUE O FIM DO MUNDO É O FIM DA PALAVRA CONFIÁVEL



Muita gente imaginava ou pelo menos duvidada que o fim do mundo iria acontecer dia 21/12/2012.
A ideia que as pessoas fazem do fim do mundo, é que tudo vai acontecer de repente, acaba tudo e pronto já está, ora nada mais mentirosamente ilusório e enganado.
Esse fim do mundo apenas existe nos filmes de Hollywood e nos livros de crianças, mas na realidade nada acontece assim.
Pois tudo tem um inicio um processo e o fim, nada é de repente, tudo é consequente, consequente principalmente da falta de palavra confiável, integral.
-Será que se podemos confiar nas palavras parciais dos médicos, quando a iatrogenia(doença causada pela cura) é maior que a suposta cura, que na realidade não passa de drogação colectiva?
-Será que podemos confiar nas palavras, nas promessas paroquiais, bem intencionadas dos mais altos responsaveis de paises e nações, que prometem o ceu sem o inferno?
-Será que podemos confiar na palavras divinas dos religiosos depois do exemplo aterrorizador, bem diabólico das guerras santas e da santa inquisição?
-Será que podemos confiar nas palavras abióticas dos professores e dos educadores, que tornam toda a criança normal em ser desumanizado e adulterado, mental, sentimental e fisiologicamente?
-Sera que se pode confiar nas palavras misticas ciência que na busca da certeza descobriu o principio da incerteza e a teoria do caos?
O FIM DO MUNDO NÃO VAI ACONTCER DE REPENTE, O FIM DO MUNDO VAI ACONTECER E ACONTECE A QUEM NÃO SABE USAR PALAVRA CONFIÁVEL, RELACIONADA COM A NATUREZA EXTERNA E INTERNA.

INEXISTÊNCIA DE FRENTE SEM DORSO



O maior engano fatal do conhecimento atual é a separação absoluta entre paraíso e inferno, espirito e matéria, mente e corpo, divindade e demônio, benigno e maligno, justiça e injustiça, sagrado e profano, amizade e inimizade, equilíbrio e desiquilíbrio, saúde e doença, riqueza e pobreza, inteligência e ignorância, ciência e religião, etc.

- A DEGENERAÇÃO DA RELIGIÃO - A degeneração fatal da religião inciou-se com a tentativa enganosa da separação, exclusão, negação da parte negativa: do diabo, do inferno, isolando-a dogmaticamente da outra parte positiva, inseparável: de Deus, do paraíso.

- A DEGENERAÇÃO DA MEDICINA - A degeneração fatal da medicina inciou-se com a tentativa enganosa da separação, exclusão, negação da parte negativa: da doença, do remédio isolando-a dogmaticamente da outra parte positiva, inseparável: a saúde, o alimento.

- A DEGENERAÇÃO DA JUSTIÇA - A degeneração fatal da justiça inciou-se com a tentativa enganosa da separação, exclusão, negação da parte negativa: a injustiça, isolando-a dogmaticamente da outra parte positiva,inseparável: a justiça.

- A DEGENERAÇÃO DO PENSAMENTO HUMANO- A degeneração fatal do pensamento inciou-se com a tentativa enganosa da separação, exclusão, negação da parte negativa: a duvida, a mentira, ignorância, isolando-a dogmaticamente da outra parte positiva, inseparável: convicção, a verdade, inteligência.

- A DEGENERAÇÃO DO AMOR - A degeneração fatal do amor inciou-se com a tentativa enganosa da separação, exclusão, negação da parte negativa: o ódio, isolando-o dogmaticamente da outra parte positiva, inseparável: o amor.

- A DEGENERAÇÃO DA NUTRIÇÃO - A degeneração fatal da nutrição inciou-se com a tentativa enganosa da separação, exclusão, negação da parte negativa: da fome, da sede, do cansaço isolando-o dogmaticamente da outra parte positiva, inseparável: do comer, beber e descansar.

- A DEGENERAÇÃO DA POLITICA - A degeneração fatal da politica inciou-se com a tentativa enganosa da separação, exclusão, negação da parte negativa: da doença, da miséria e da violência isolando-o dogmaticamente da outra parte positiva, inseparável: da saúde, da riqueza e da pacificação.

- A DEGENERAÇÃO DA CIÊNCIA - A degeneração fatal da ciência inciou-se com a tentativa enganosa da separação, exclusão, negação da parte negativa: da incerteza, da relatividade isolando-o dogmaticamente da outra parte positiva, inseparável: da certeza, do absoluto.

INTELIGÊNCIA DESINTEGRAL NÃO VALE NADA


Um grão integral pode produzir 10.000 grãos, 10.000 grãos refinados não produzem nada multiplicadoramente.
Por isso não adianta ter inteligência parcial, apenas analítica, refinada, superficial, cientifica, acadêmica, universitária sem visão sintética, global, interligadora, paradoxal, unificadora, dinâmica, micromacrodinâmica.