terça-feira, 31 de maio de 2011

QUAL É O MAIOR PROBLEMA NO MUNDO?

Muitos imaginam que é a guerra. Mas pior do que matar os outros é matar si próprio, destruindo a obra prima materna. Outros imaginam que é a pobreza. Mas pior do que ser pobre é ser rico e ter uma vida miserável, comprando dia a noite coisas inprestáveis. Outros imaginam que é a doença. Mas pior do que estar doente é ser saudável e inútil, fazendo estravagância a vida inteira.
Na realidade,o maior problema que a humanidade enfrenta, é usao de palavras abióticas, sem antónimos. Enquanto o ser humano não aprender a falar usando palavras vivas, integrais, magnéticas a sociedade,vai oscilar entre a esquizofrenia e paranoia generalizadas.

PREVISÃO VITAL OU ADIVINHAÇÃO FATAL?


Hoje em dia devido à crise generalizada que todos os sistemas enfrentam, são muitos os que fazem adivinhação, ou procuram adivinhos para saber do futuro amoroso, do futuro economico, enfim do proprio destino, quer seja através da astrologia oriental ou ocidental, tarot, buzios, numerologia, Ki das nove estrelas, I ching, etc, etc. O que exste de errado em tudo isto? A MANEIRA DE FORMULAR A PERGUNTA. Por exemplo muita gente utiliza o I- Ching para fazer perguntas, quando o I-Ching não é um livro que dá respostas, mas antes amplia pergunta. Quem não sabe fazer perguntas como pode obter a resposta adequada? Por exemplo será que o meu companheiro/ companheira é compativel? Mas a pergunta deveria ser: será que sei corrigir os meus erros, ou sou incorrigivel, apesar de compativel? Corrigiblidade é muito melhor que compatibilidade. Será que vou ficar rico? A peregunta deveria ser: será que sei utilizar o dinheiro bem pouco dinheiro? É muito melhor pobreza utilizada que riqueza desperdiçada. Será que o meu destino vai ser bom? A peregunta deveria ser: será que sei lidar com um mau destino? É muito melhor mau destino corrigido que bom destino incorrigivel. Por isso a minha previsão é a seguinte: dá tudo errado para quem se acha certo, ou procura apenas unilateralemente o certo, justo e perfeito. Principalmente para quem confunde pergunta solucionadora com resposta aprisionadora. Previsão independente, gartuita, todos podem fazer, se tiverem visão e souberem pazer a revisão de suas vidas, adivinhação é confusão multiplicadora de problemas.

domingo, 29 de maio de 2011

TUDO É DIFICIL PARA QUEM:

Valoriza mais a profissão escravizadora que a personalidade libertadora.
Valoriza mais a medicina machista halopática, cara, que a medicina feminina caseira, gratuita.
Valoriza mais o dinheiro aprisionador que a palavra integral, autolibertadora.
Valoriza mais a certeza dogmática que a duvida confirmativa.
Valoriza mais o que é pago que o que é gratuito.
Valoriza mais a aparência que o sangue.
Valoriza mais a fama aprisonadora que a familiaridade salvadora.
Valoriza mais a solução provisória que o problema eterno.
Valoriza mais o inexistente, ou pré-existente que o existente.
Valoriza mais Deus que a natureza.
Valoriza mais o acerto incorrigivel que o erro corrigivel.
Valoriza mais o amigo que o inimigo.
Valoriza mais o excesso que a carência.
Valoriza mais o grande que o pequeno.
Valoriza mais a maioria que a minoria.

SEMENTE VERBAL E FLOR VERBAL

Toda a gente gosta flores verbais, como paz, amor, felicidade, harmonia, igualdade, liberdade, tranquilidade. A flor é aparentemente mais bonita, tem melhor cheiro, é mais atractiva, mas murcha e morre rápido. A semente é mais dura, integral, é preciso semar para produzir, é preciso regar e cuidar, mas quando brota, multiplica-se eternamente,vitalmente. Assim quem usa palavra interligadora, interactiva, integral, mastigável, comestivel, assimilavel, imunizante, unificadora, semen verbal, quando plantado em cabeça fertil, com certa humidade pode produzir solução antecipada, prontificada. Quem usa semen verbal pode a aprender a corigir os problemas antes de acontecerem. Quem só usa flores verbais só vai complicar mesmo os problemas mais simples. Semente verbal é solução antecipada, flor verbal é provocação do problema

.

MUDANÇA MALDITA

Todos querem mudar!Mudar de trabalho, mudar de governo, mudar de vida, mudar de amigos,mudar de padre da paroquia, mudar de parceiro, mudar de cabeça, mudar de fígado, rins ou bexiga, mudar a cor dos olhos, mudar de pais, mudar de partido, enfim mudar a lua e o sol. Mas a questão é mudar para onde? Problema e solução são indissociáveis, é como o dia e a noite. Mesmo mudando para melhor, quando piorar, vai piorar muito mais. Ninguém escapa, querendo ou não, sabendo ou não, sendo formado, arquitectado,tarado ou doutorado. A medicina evoluiu, mas as doenças também, a cada doença conquistada sempre vem uma muito pior, a justiça evoluiu mas os crimes também, deixou-se de roubar batatas e feijões e passou-se a roubar biliões legalmente, as possibilidades de sucesso são agora maiores do que nunca, mas a certeza do fracasso nunca foi como agora, a facilidade de mudar de parceiro é agora inacreditável, mas a probabilidade de ficar junto muito tempo é improvável, os meios de transporte são super rápidos, mas para atravessar Londres demora-se mais que na altura das charretes, os computadores são super rápidos, mas o cérebro humano está cada vez mais lento e sem memoria. As guerras quase acabaram, mas a maioria suicida-se voluntariamente, antes morria-se de fome agora de excesso de nutrição, o homem nutre-se como nunca, com super vitaminas, super proteínas, super omegas, super tudo e a quantidade de espermatozóide diminui 50% nos homens, e a maioria das mulheres não têm filhos. As famílias têm as melhores condições de vida desde sempre, mas o numero de divórcios é 3 vezes maior que o numero de casamentos, se antes era a peste negra agora é a peste branca, o numero de nascimentos é cada vez menor, principalmente entre os mais civilizados. Evolução não é sinonimo de mudança, mudar é aprofundar, enraizar, a árvore para dar frutos precisa de boas raízes, quanto mais profundas as raízes maior a sua produtividade, o reino vegetal é mais imóvel que o reino animal, por isso tem mais longevidade, durabilidade. A natureza é o melhor mestre e não cobra nada. O problema não é mudar, o problema é o seguinte,quem procura mudar para melhor, como prémio e em geral muda para muito
pior. Não é mudando de problema que se muda nada, mas mudando a
perspectiva de ver o problema, a melhor maneira de mudar é mudar a si
mesmo. MUDAR A PALAVRA. QUEM NÃO MUDA A PALAVRA NÃO MUDA NADA. MUDANÇA QUE NÃO É ACOMPANHADA DE PALAVRA INTERLIGADORA

É MUDANÇA FATAL.

TERRORISMO ECOLÓGICO ou HORRORISMO MENTAL?


Hoje em dia existe muita gente preocupada com a salvação do planeta, afirmando que dentro de alguns anos a vida humana será insutentável. Alguns mais bem informados apontam como uma das causas principais, o consumo exagerado de carne e seus derivados que é um dos principais causadores da poluição e devastação florestal a nivel mundial. Mas a realidade não tem nada a ver com isso. Isso é pura utopia, o planeta sabe muito bem curar-se a si mesmo e não precisa de ajuda de ninguém. O que precisamos é aprender a salvar a nós mesmos. Somente quem sabe salvar a si mesmo pode salvar os outros. O principal devastador e poluidor a nivel mundial é o consumo de açucar e todos os seus primos e irmãos, como a fruta, o mel, etc. e não a carne, a carne também é, mas é complementar. Mas ainda mais grave que comer açucar, fruta, mel e derivados é o uso habitual de palavras adocicadas, refinadas, sem sais minerais, desimunizantes,desmagnetizadas, sem fibra, desinterligadas do seu oposto e complementar. Não adianta querer salvar o planeta externo sem salvar o planeta interno, a flora intestinal, e quem não sabe usar palavra dinâmica, mesmo sendo bem intencionado, altruista, amoroso, equilibrado, vai acabar destruindo a si mesmo e aos outros, é só questão de tempo. O PIOR QUE EXISTE NÃO É O TERRORISMO ECOLÓGICO, MAS O HORRORISMO VERBAL. A MAIORIA SÓ USA CADAVERES VERBAIS, PALAVRAS SEM VIDA. COMO PODE UM CADAVER SALVAR COISA ALGUMA?

sexta-feira, 27 de maio de 2011

O PARAISO É O LUGAR MAIS PERIGOSO PARA VIVER

No paraiso não existe ódio, pobreza, doença, roubo, injustiça, violência, dúvidas, problemas, também não é preciso trabalhar nem pensar. No paraiso todos vivem numa vivenda com piscina e golfinhos, ninguém paga IRS; nem IRC, nem IVA, não é preciso ir à escola nem pagar propinas, nem entar na faculdade para ler livros volumosos, todos são iluminados, as mulheres são todas misses, e os homens são todos uns gentlemen, os animais são todos tratados com muito amor carinho, existe muita fruta em abundância para todos, no paraiso não é preciso usar roupa, nem calçado. No paraiso tudo é perfeito. No paraiso ninguém utiliza o cerebro, nem a fala, nem a lingua, nem o coração, nem a bexiga, nem os dentes, nem utilizam os instestinos, pois não é preciso comer nem fazer cocó. No paraiso todos estão parados no tempo e no espaço. Pois o que faz o ser humano movimentar-se, pensar e sentir são os problemas inevitáveis, renováveis, utilizáveis. Quem rejeita os problemas é um candidato á desilusão, quem aceita os problemas é um candidato à realização
A CRIANÇA É O SER DO REINO ANIMAL MAIS INGRATO, IGNORANTE, INSENSIVEL, DEPENDENTE E PROBLEMÀTICO QUE EXSITE. ISSO É QUE É MARAVILHOSO!

A criança quando nasce é cega não consegue destinguir as cores, é surda não ouve ninguém, é muda não fala com niguém.É ingrata, pede comida aos gritos, é insensivel chora de noite e dia desrespeitando mãe e pai e toda a gente. É o ser mais ignorante que existe nem sabe mamar, todos os animais quando nascem já sabem mamar. É o ser mais dependente que existe se ficar sozinho não sobrevive. É o ser mais preguiçoso que existe só come e faz coco. Por isso quando é educado em casa, aprendendo a fazer coco sozinho sem ajuda de médicos, aprendendo a pensar sem ajuda de droga verbal, aprendendo a sentir sem uso de anestesiantes sentimentais, por pais conscientes é o ser mais maravilhoso que existe ao cimo da terra. Mas quando é educado a fazer coco no hospital, a pensar como um fonografo ao ler livros sobre teorias hipotéticas, com sangue adocicado, é o ser humano mais adulterado que existe capaz de cometer suicidio voluntário ou homicidio negociado

AUTODITADURA MIL VEZES MELHOR QUE A DEMOCRACIA INFERNAL

Hoje em dia toda agente reclama da democracia infernal. Democracia virou misantropia geral. Democracia é demagogia demoniaca. Democracia valoriza mais a maioria que a minoria, mas a maioria é vitima da tirania das minorias, quer seja do sistema médico-hospitalar, que controla a vida desde o nascimento cesariano anormal, diabólico, até à morte iatrogénica horrososa no hospital, quer seja do sistema religioso, que transforma todo o crente em cretino, quer seja do sistema comunicacional televisivo, jornalistico ou radiofónico que torna todo o ser humano produtivo, craitivo em ser consumista, destrutivo e apático. Para não ser vitima anonima da democracia maldita é preciso fazer autoditadura, mental, sentimental e fisólogica, controlando o que sai e entra pela boca. Quem sabe fazer autoditadura funcional pode viver muito bem no sistema democrático maldito. Tudo é útil para quem sabe usar.