Dualismo, Monismo e o Principio Unificador



O professor George Ohsawa disse que o pensamento dualista, tipicamente  Ocidental não poderá nunca compreender e explicar o pensamento Monista. Por outras palavras particularmente a ciência a medicina e biologia, que são o expoente máximo do pensamento Ocidental não poderá nunca compreender com as suas ferramentas o Principio Unificador (Em que uma das suas primeiras aplicações práticas foi a macrobiótica). Triste notícia para quem imagina que um dia a ciência, a medicina ou a biologia irá reconhecer algum dia a macrobiótica como dieta ou medicina.
Mas ele disse que o pensamento monista, Oriental poderia explicar e compreender o pensamento dualista, Ocidental. Ele disse que: O princípio Unificador é o único princípio capaz de julgar com precisão absoluta todas as ideias e procedimentos, teorias e técnicas de todas as ciências.
O professor George Ohsawa acertou ao dizer que o pensamento dualista nunca poderá compreender o pensamento monista.
Vejamos algumas frases que confirmam facilmente isso:

YIN E YANG É A LINGUAGEM DE DEUS
Vocês ganharam muitos conhecimentos "cientificos" ou "sagrados", fonograficamente, mas vocês ainda não estudaram a linguagem de Deus, da vida e da alma que é o Yin e Yang.

-----------------------------------
“No Ocidente quanto mais se é sábio e intelectual, mais se é um mau pensador.”
--------------------------------------
“QUEM NÃO CONHECE O PRINCIPIO UNIIFCADOR VAI ENCONTRAR PROBLEMAS SEM FIM

Todos os que se sentem infelizes por causa da doença, da má sorte, da incompreensão, os oprimidos, não conhecem o Principio Unificador. Eles não compreendem que o universo é um campo de Yin e Yang. Eles não sabem observar que do ponto de vista Yang ou do ponto de vista Yin (dualismo), por consequência, quer queiram quer não eles são forçados a ir pelo caminho da desgraça.”
--------------------------------------
“Dualismo é o primeiro e ultimo inimigo da humanidade.”
-----------------------------
"Quando jejuamos o sangue aumenta a sua vitalidade, quando comemos o sangue perde vitalidade, nenhum nutricionista do mundo sabe disto.
“O MR. I. jejuou durante 8 dias sem comer e sem beber, depois destes 8 dias ele fez analise a sangue e constatou que nunca tinha tido tantos glóbulos vermelhos. "

Mas ele errou estrondosamente ao dizer que o pensamento monista poderá ser aplicado ao pensamento dualista.
O seu primeiro erro crasso foi ao tentar fazer corresponder sódio e potássio com Yin e Yang. Ele que sabia que as classificações de Yin e Yang nunca iriam ser aceites pelo pensamento cientifico, pois não existe como confirmar cientificamente o Yin e o Yang.
Assim ele pensou que se conseguisse fazer corresponder Yin e Yang a sódio e potássio, a ciência nutricional poderia usar esse método para saber quais os alimentos mais adequados á alimentação do ser humano e que isso corresponderia á dieta macrobiótica. Aliás esse foi um dos seus maiores sonhos.

Quem descobriu que essa associação estava errada foi um dos seus alunos, o professor Herman Aihara, que disse no seu livro ácido e alcalino que Yin e Yang e sódio e potássio não tem uma correspondência, embora existe alguns alimentos em que isso se verifica, mas essa correspondência não existe em todos os alimentos, foi esse o motivo principal do seu livro ácido e alcalino.
Hermam Aihara ao descobrir o erro do seu mestre, tentou ele fazer uma correspondência de ácido e alcalino e Yin e Yang, da mesma maneira se ele conseguisse fazer isso, ele poderia explicar cientificamente a dieta macrobiótica. Mas também ele se enganou, pois ácido e alcalino e Yin e Yang, não tem relação, quem o disse foi outro dos alunos do professor George Ohsawa, Michio Kushi.
Assim nem sódio e potássio, nem ácido e alcalino tem relação com confiável com Yin e Yang.
O que confirma que relacionar Yin e Yang com conceitos científicos é um erro estrondoso.

Mas o professor George Ohsawa também incubiu Michio Kushi de fazer a classificação das doenças Ocidentais em Yin e Yang, que aliás foi um dos seus principais trabalhos ao longo da vida.
Mas esse também foi o grande erro de Michio Kushi, pois na realidade classsificar as doenças e os componentes sanguíneos Ocidentais em Yin e Yang, é como tentar classificar os alimentos em sódio e potássio e ácido e alcalino.
Vamos supor que classificação de Michio kushi está correcta, sendo os glóbulos vermelhos em Yang, e os glóbulos brancos em Yin.
Ora segundo as leis do Yin e Yang, no extremo o Yang transforma-se em Yin, isto significa que no extremo os glóbulos vermelho se transformam em glóbulos brancos, Yin, o que nunca foi confirmado pela ciência Ocidental.
Resumindo para Michio Kushi dizer que os glóbulos vermelhos são Yang e os brancos Yin ele teria de mudar primeiro os conceitos de glóbulos vermelhos e brancos no dicionário cientifico, ai sim depois poderia dizer que os glóbulos vermelhos são Yang e os brancos são Yin, porque segundo a ciência eles não se transforma em glóbulos brancos mas morrem ao fim de 120 dias, ou seja, Yang não produz Yin, Yang não produz nada.

Outros há que usam os conceitos de Yin e Yang, como sinónimos de bem e mal, certo errado, dúvida e convicção, paz e guerra, e todas as demais dualidades, mas isso é um erro monumental, como  foi errado traduzir sódio e potássio em Yin e Yang.

Vejamos um exemplo muito simples. Segundo o pensamento ocidental, dualista as pessoas casam-se por amor. Ora o amor segundo as leis do Yin e Yang, não é amor.
Pois uma das leis do Yin e Yang diz que quanto maior a frente muito maior o dorso, o que significa que quanto maior o amor, muito maior o ódio.
Na realidade o que é amor pelo pensamento dualista, é o maior ódio segundo o pensamento monista.
Então a questão é muito simples, como classificar o amor em Yin e Yang? Impossível.
Porque amor segundo o pensamento monista, é Yin e Yang simultanemente, paradoxalmente.
Por outras palavras para usar os conceitos de Yin e Yang na ciência, na biologia, na física, química, etc, e em todas as outras ciências primeiro seria necessário colonizar, Orientalizar, mudar todos os conceitos da ciência, queimar todos os livros de todas as ciências, mudar o dicionário de língua Ocidental,  o que dificilmente irá acontecer.

Por isso resta a cada um escolher se acreditar, pensar e viver segundo o dualismo, ou acreditar, pensar e viver segundo o monismo, mas não se pode cair do grave erro de imaginar que se pode traduzir dualismo em monismo ou vice-versa. Se a macrobiótica e o Principio Unificador não reconhecer este erro gravíssimo, cedo ou tarde, irá criar perderá toda a sua utilidade.

Concluindo, a medicina macrobiótica não é uma terapia complementar à medicina ocidental, como a maioria imagina, longe disso. A medicina macrobiótica é incompatível com a medicina Ocidental, e não existe possibilidade de aparente de compatibilização.

SOLUÇÃO: Um dos teoremas do Principio Unificador desenvolvido pelo professor Ohsawa, corrigdo pelo professor Tomio Kikuchi é: Yin atrai Yang, pela interacção de Rang.
O que significa que para haver uma unificação atracção entre Oriente e Ocidente, entre dualismo e monismo, teria de existir em comum(Rang): um dicionário de língua comum, conceitos científicos e de todas as áreas do conhecimento comuns.
YIN (DUALISMO) ATRAI YANG (MONISMO), PELA INTERACÇÃO DE RANG (LINGUAGEM E CONCEITOS COMUNS).